Home

Depoimentos Assistência Técnica FAQ Notícias
 
 

Kiyoko Ishii
Bom Retiro

 


 

"Tenho 71 anos e sofro da coluna a 47 anos e 4 meses, ou melhor, sofria. Tinha muita dor na coluna, nervo ciático, problema no estômago, cólica forte no intestino, muita dor nos joelhos, dor de cabeça, insônia, catarata e já fiz de tudo; vários médicos, massagem, acupuntura, shiatsu e nada adinatava. Cada vez piorava mais.
Um ano atrás, o oftalmologista disse que precisava fazer cirurgia da catarata. Agora fez outro exame e o médico falou que não tem mais catarata. Confesso que pulei de algria e, na hora agradeci ao Senhor Jesus e à Migun. Graças a ela melhorei 70% e quero continuar ainda mais com as sessões."

 


" Deitada, com muita dor, minha pressão estava muito alta e não abaixava; o colesterol estava 400 e sentia muita dor nas pernas e nos ombros, inchando muito. Estava assistindo na televisão que estava por vir uma empresa coreana para o Brasil para tirar a dor dos brasileiros, mas eu não acreditei, pois era coisa de gente rica.
Para descer da cama tinha que escorregar no chão e segurar no guarda-roupa; foi aí que passei mal e fui parar no hospital, fazendo uma radiografia. Após o exame, o médico me disse para tomar antibióticos e que, daquia 2 anos eu poderia estar numa cadeira de rodas. Chorava muito quando uma senhora me perguntou o que eu tinha e contei-lhe a minha história. Ela falou que eu não me desesperasse, pois no Bom Retiro tinha uma empresa coreana que possuía camas de massagem que tratavam de problemas de coluna. No dia seguinte fui correndo sem perder tempo e, graças a Deus e os meus amigos coreanos, sinto-me como uma adolescente de 15 anos. Minha tristeza é só não poder comprar a cama para mostrar aos meus amigos, que não não acreditam que o milagre existe."

Joana Rodrigues V.
Bom Retiro

   

Irene Pedro de Oliveira
Bom Retiro


"Quero dar meu testemunho dos benefícios obtidos nos tratamentos feitos, e as curas que eu consegui.
Desde que eu iniciei a fazer a aplicação, a minha vida melhorou sensivelmente; todas aquelas dores que eu sentia nas pernas, na bacia e em todas as partes do corpo tiveram uma melhora.
Antes de fazer a cama, sentia que iria para numa cadeira de rodas, dizia a mim mesmo e para Deus que preferia morrer do que viver numa cadeira de rodas; graças a Deus, Ele escutou as minhas preces e meu desespero, mostrando-me o caminho certo para que pudesse fazer a Migun.
Hoje me sinto uma outra pessoa, mais feliz, com mais garra para o trabalho junto com meus familiares e um bom relacionamento com os amigos."

 

"Estava numa aula de ginástica, mas não estava conseguindo fazer os exercícios, então uma amiga vendo a minha dificuldade e o meu sofrimento comentou sobre a Migun, que ela estava frequentando e estava muito bem.
No final da aula ela levou-me até a Migun para conhecer.
Me orientaram de que na primeira vez iria doer um pouquinho, mas que eu não desistisse.
Quando terminei a sessão, realmente senti um pouco de dor, mas não desiste. Voltei no dia seguinte, no outro e assim já estou fazendo quase 2 meses.
Me sinto muito bem, já não sinto aquelas dores que sentia. Não estou tomando mais os anti-inflamatórios e nem o Lizador, o que já é muito bom.
Também quero dizer que as minhas amigas e até a professora notou a minha fisionomia de felicidade. Já posso fazer os exercícios sem sentir o incômodo da dor.
Durmo bem e o meu humor mudou muito, tanto é que até o meu marido notou. A cama Migun está me fazendo muito bem."

Darcy Vargas C. Montebello
Bom Retiro

 

desenvolvido por o3 Digital

MIGUN do Brasil © 2003 MIGUN do Brasil